quarta-feira

...

E ela embarca outra vez

Numa quase dúvida,

Se não uma dúvida concreta.

Pensando, pensando

Entre a solidão da criação

E os olhos atentos de quem ler.

Entre o amanhecer e uma noite de sono mal dormida.

Entre realidades coloridas e sonhos dourados.

Entre beijos e afagos.

Entre movimentos voluntários

E involuntários do corpo.

Entre o claro e o escuro da mente.

Equilibrando-se entre a insuficiência de motivos

E os motivos contrários.

...


quarta-feira


De espelho para a alma:

- Então, darei ouvidos
aos egos imaginários,
todos eles.
E elegerei como chefe mor
Ou chefe da revolta
O maior dos artistas
O maior dos personagens
Aquele que mais pesar sobre
a existência dos meus (melhores)dias...

motherfucker reflections
------
[...]
Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.
[Carlos Drummond de Andrade in Poema de Sete Faces, Alguma Poesia, 1930]
...................

sexta-feira

Science-fiction I
[...]
Talvez só amor seja o que temos,
Talvez a nossa coroa, o nosso manto.
[...]
José Saramago In OS POEMAS POSSÍVEIS, Lisboa, 1981]
----------------------------------------------------------------

quinta-feira

Hum, sei não...

Sem radicalismo, vai.

É só olhar para o céu azul de outono

Rir

Sorrir

E eventualmente

Gargalhar.

quarta-feira

Os larápios...
Antes eles roubavam dinheiros e jóias.
Hoje são bem mais "espertos",
Roubam a criatividade do outros.
Nutrir-se da veia artística alheia
É o uso mais trivial dessa nova espécie de gatuno.
Ladrão de blog?
Sim, isso também existe.
______________

sábado

Feliz Dia dos Namorados para todos!

03 de algumas das mais fofas canções de amor*
[my top list]


I've got sunshine
On a cloudy day
When it's cold outside
I've got the month of may
I guess you'll say
What can make me feel this way
My girl

***


Consta nos astros, nos signos, nos búzios
Eu li num anúncio, eu vi no espelho,
Tá lá no evangelho, garantem os orixás
Serás o meu amor, serás a minha paz

***


Though I know I'll never lose affection
For people and things that went before,
I know I'll often stop and think about them,
In my life I'll love you more.
In my life I'll love you more.
[Especial para o meu amor]

sexta-feira

Relato passional e intimista.


Naquele dia andamos pela cidade.

Lembro como caminhamos e caminhamos.

Logo já era madrugada,

Sob a luz da lua e dos planetas.

O vento ponteiro corria,

Sacudia os cabelos,

As folhas no chão e nas árvores.

Quando quase todos dispersos

Entre beijos, abraços e tchaus,

Enfim as palavras fluíram

E eu suava muito.

Quando tocou a minha mão,

Quando os olhos miraram os meus

Quando os lábios se tocaram,

Eu suava.

Ali, entreguei as batidas do meu coração

Já acelerado em último grau.

Em minutos amanheceria.

O sentido das coisas simples.

quarta-feira



[...]
Hoje me falaram em virtude
Tudo muito rito,muito rígido
Com coisinhas assim mais ou menos
Sentimentais.
[...]
[Pagu in Fósforos de Segurança - 1960]

sexta-feira

[...]e que dizer das ruas
de tráfego intenso e da circulação do dinheiro
e das mercadorias
desigual segundo o bairro e a classe, e da
rotação do capital
mais lenta nos legumes
mais rápida no setor industrial, e
da rotação do sono
sob a pele,
do sonho
nos cabelos? [...]

[Ferreira Gullar in Poema sujo - Um Fragmento: "Velocidades",1975]

quinta-feira

Segundo clichê: O Segredo.

Ah! O segredo?

Simples e direto.

É Entrar em acordo com o que se pensa, fala e faz.

Sem ter que dar moedas por isso.

F-e-l-i-c-i-d-a-d-e-n-ã-o-s-e-c-o-m-p-r-a.