quarta-feira

Antecedeu os votos de Feliz Ano Novo.
Ergueu com elegância um brinde
E disse em um som claro, em uma voz suave:

- Começo por uma vontade súbita
De desejar Amor
para você e para mim.
Amor em todas as formas,
Ternura , paixão, dedicação, afeição,
Desejo, querer, prazer.
Que o amor nos ensine,
Que o amor nos fortaleça,
Que seja desmedido e para sempre.

- Ao amor...


sábado

Receita de Ano Novo
Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha
ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,você, meu caro,
tem de merecê-lo,tem de fazê-lo de novo,
eu sei que não é fácil,mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
[Carlos Drummond de Andrade]

segunda-feira

Bem, é tempo de Natal...



[Elvis Presley - Santa Claus is Back in Town - Blue Christmas - 1968]

Well, it's Christmas time pretty baby

...

domingo


É Natal...
"Tá na hora de você pensar de novo
Nas porquêra que ocê faz na sua vida
Ê vida sofrida
Esse ano vô curá minhas firida"
[Pato Fu]

sábado

Nos mitos de Zeus
É como um arqueiro, que é um centauro
[metade homem, metade cavalo]
Arco apontado
Como vingança.



Cavalga elegância
Cabeça em pé de guerra mansa
Nas mãos arco e flecha
---)-> Meu coração
Aguarda e acompanha
Seu itinerário
Até o fim do ano
Ser de sagitário
*For my baby

quinta-feira

Fui andando com rapidez e:
- Vamos ao pub hoje?
Eu fugia...
- Não dá , hoje tenho aula.
E insistia...
- Um papo sobre atividades intelectuais,
lá também aceitam nerds.¬¬
E eu fugia...fugia...fugia...
Retirada rápida e precipitada talvez.

Mas para onde eu ia mesmo?

-

quarta-feira

Sim, havia algo para matar a sede,
Umas cores bonitas,
Um livro,
Um meio sorriso,
Depois um sorriso inteiro,
Um cheiro bom.
Um convite.
O suficiente.

----

quarta-feira

Agora falando do olhar...
Que encanta,que seduz,
O mesmo que adentra em mim
E faz em cor vermelha a face,
Aspecto da cor de vinho tinto,
Da cor dos lábios,
Rubor dos que tem os corpos cheios de paixão.
Paixão-Amor , Amor-Paixão
Trazidos do olhar.
OLHEMO-NOS!
*-*

segunda-feira

Às vezes só o que eu tenho são palavras.
Às vezes parece que não falo sério,

Às vezes com menos intensidade,
Outras vezes parece que falo demais.
Cada palavra que eu digo
São melhores intenções dedicadas.
São só palavras às vezes,
Mas são para você.

O melhor da minha fala.

quarta-feira

Naquela pulsação
Talvez precisasse mais de ambição.
Replicou com uma respiração longa,
Alguma coisa no pensamento
E depois claramente nada,
absolutamente nada,
Tiraria a leveza do instante.

----

segunda-feira


"...One thing I can tell you is you got to be free
Come together right now
over me..."


Ares de fim de ano.
Como um trem os dias se passam.
Dizem por aí que temos que correr para atingir metas,

Completar resultados, tirar boas notas...
E se não fizermos todas as tarefas até o final deste,
Não dará para começar o outro ano.
É como se fechasse um ciclo,
Deletar tudo e começar outra vez do zero.
Dizem por aí que é assim,
Nada de esperar as coisas acontecerem,
Agora não há tempo para isso,
O trem é veloz.
Correr , correr e não esquecer ainda de comprar os presentes.


-----

sexta-feira

Shall we dance?

"Let's dance little strangerShow me secret sinsLove can be like bondageSeduce me once againBurning like an angelWho has heaven in reprieveBurning like the voodoo manWith devils on his sleeveWon't you dance with meIn my world of fantasyWon't you dance with meRitual fertilityLike an apparitionYou don't seem real at allLike a premonitionOf curses on my soulThe way I want to love youWell it could be against the lawI've seen you in a thousand mindsYou've made the angels fallCome on little strangerThere's only one last danceSoon the music's overLet's give it one more chanceTake a chance with meIn my world of fantasyWon't you dance with meRitual fertility"

quinta-feira

Oscilação de humor.
Eu, apenas dando voltas em minha cabeça.
Círculos dentro e fora da minha mente.
Se eu passar noites acordada,
Se eu passar por tempestades diurnas,
Não vou mais querer ligar as sirenes.
Vou querer um livro,
Uma música boa,
Um beijinho e um abraço quente...
Pronto, vai passar...
Já passou!
*****

segunda-feira

Como um desejo inicial
Quero dançar sempre

ao ritmo
da sonoridade
das palavras.
Seguir o som das

Palavras pulsantes,
As minhas e as suas.


...
...

sexta-feira

Semana com cafeína.
Engolir preocupações que duram um só dia.
Beber a vida de acordo com os ponteiros.
O gosto da N-E-C-E-S-S-I-D-A-D-E.
O final do dia vem como a saturação dos goles,
Um arroto para a liberdade,

mesmo que efêmera.

--------

Blue Light - Mazzy Star

-

-

[Dica de Mr. Mojo Risin]

quarta-feira

O escuro e o susto
O escuro e o escuro
O escuro e a vela
O escuro a vela e o jantar
O escuro o jantar à luz de velas e o olhar no olhar
O escuro o olhar no olhar e o calor
O escuro o calor e uma noite em claro
O escuro o calor e o amor.

.
Só as lâmpadas elétricas emitem luz?
.

segunda-feira

Por um momento, penso que as coisas todas tenham uma razão para ser e que elas acontecem naturalmente.
Penso agora que tudo é evolução,
assim como uma mudança de forma ou estrutura que ocorre.
Como nos casulos que mais tarde são borboletas.
""""

sábado

O dia inteiro um som
Um tanto remoto.
Entre uma coisa e outra
Cantarolava baixinho
Uma canção do Chico
Uma daquelas da vitrola dos pais.
Por um tempo o despertar do sono nas manhãs de sábado.
Por agora, madrugada quase em silêncio
A mesma canção dedilha sobre a mesa.

-----
Ah!Não saber assoviar faz tanta falta...

sexta-feira


.
.
LET IT BE
"Podemos modelar nosso caráter e nosso futuro por meio de pensamentos, palavras e atos, mas não podemos esquecer que a transformação pessoal requer a substituição de velhos hábitos por novos."
W. A. Peterson
-
-
[to reflect]

quarta-feira


Papo no café:

- Triste?
- Não, preferência por dias ensolarados.
- Quentes?
- Dias de sol e frio.
- Como outono, não é?
[pausa]
- Quando chove dias e dias seguidos fico cinza.
- Ok! Espécie de depressão sazonal.
- Uhum! Logo passa.O meu sol sempre aparece,
Principalmente à noite quando...

terça-feira



Vinho & streap tease
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´E de repente chuva.´´´´´´
´´´´´´Chove e pinga´´´´´´´
´´´´´´A Gota na janela´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´´´´
´´´´´´´´´´
´´´´
´´
´
´

quarta-feira

Dissera que foi num desses acasos...
Uma noite, um lugar, uma rotina.
Fumaça de cigarro, o tilintar dos brindes levantados,
Garrafas e livros sobre as mesas.
Pessoas, conversas, risos, rostos conhecidos
e uns poucos nunca vistos antes.
Dissera que por um momento o som das falas,
O som da música e de toda aquela movimentação não ouvira mais.
O silêncio fora quebrado
apenas pelo tuntz tuntz tuntz do coração,
Quando avistara, quando viera, quando sorrira, quando falara.
Quando encontrara a melhor de todas as razões perdidas para amar.
Amar de verdade.
Amar pra valer.
Amar perdidamente.
Destino, fado, sorte, fortuna?
A M O R primeiro.
E foi num desses acasos.

quinta-feira

- Que tal?
[Os olhos brilham]
- Mais feliz que o Passarinho Azul.
- E você?
- Como o Gato de Cheshire.

[Pausa]
- Gato come passarinho!!!
...

Hoje
Arquitetura de um sonho
Uma ideia
Um plano
Um projeto.
Hoje vi o amanhã
E o conjunto da obra
Rápido Se fez
Em um balão colorido
Sobre a
Cabeça.

domingo

Aos oito ou nove anos, lembro que meu pai e minha mãe saiam para trabalhar.Eu ficava em casa pelas tardes construindo cidades de “lego” para as minhas bonecas.Gostava mesmo era de desenhar, ficava horas.Em volta muitos lápis de cor, livros para colorir, revistas em quadrinhos, mais livros de histórias e minha caixinha da “Hello kitty” cheia de tinta guache e pincéis [Humm!Tinha um cheiro fabuloso]. Brincava com a minha irmã pequenina e ao mesmo tempo cuidava dela, para que não se machucasse.A garotinha adorava subir no vão da porta.Às vezes despencava de lá e buáááááá e buáááááá.
Tínhamos uma babá. Ah! Doce babá...Uma pós adolescente que ficava sempre na sala, debruçada no sofá lendo “Sabrina” ,”Julia”e “Bianca”.De pé, apenas na hora de preparar o lanche para as menininhas.Eu não me importava com a leitura diária dela. Era um segredo nosso.Até que um dia sem querer, ops...minha maninha deixou escapulir para a mamãe, que levara um tombo e que a moça nem se dera conta por estar no sofá olhando livros.
Adeus babá...
*****
Um lembramento do tempo de criança.
Era tudo tão divertido.Tudo tão fácil.Tudo tão bom.
Medo? Só do “Bicho papão”.

domingo


Aos poucos vou esquecendo...
Hino mal cantado...
Exames fraudulentos...

E fico feliz
E também me ufano do país

***

"De repente é aquela corrente pra frente
Parece que todo Brasil deu a mão
Todos ligados na mesma emoção
Tudo é um só coração
Todos juntos vamos
Pra frente Brasil!
Brasil !
Salve a seleção!"
[Copa 1970]

quinta-feira

Magical²


O acaso tem seus sortilégios, a necessidade não.Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se encontrem nele desde o primeiro instante como os pássaros nos ombros de são Francisco de Assis.
[ Milan Kundera in A insustentável leveza do ser]

segunda-feira

A estudante de óculos
De vez em quando mão no queixo
De vez em quando um bocejo
A cabeça a 1000
1111101000
3E8
ZzzZZZZzzzzzzzzzz
.........................

quarta-feira

Um dia nunca é um dia qualquer
Uma noite muito menos
Quando se cruza os ponteiros no espaço de um enorme beijo.

domingo

Virgo


Completar anos...
Quase com a chegada da primavera.
Desejo flores,
muitas flores.
Plantar,
colher,
dar flores.
*****

sábado



Now I gotta cut loose, footloose
Kick off your Sunday shoes
Please Louise hold me off of my knees
Jack, get back
Come on before we crack
Loose your blues everybody cut footloose
[Amanhã me festejar...Brindar
Nessa pista de dança.]

terça-feira


Acreditara em coisas boas
E que toda coisa boa imaginada,
se tornara real naquela semana.
Assim... respeitante à magia.
Fascinante, magnética,
encantada semana.

sábado

Estou te querendo muito bem neste minuto. Tinha vontade que você estivesse aqui e eu pudesse te mostrar muitas coisas, grandes, pequenas, e sem nenhuma importância, algumas. Fique feliz, fique bem feliz, fique bem claro, queira ser feliz. Você é muito lindo e eu tento te enviar a minha melhor vibração de axé. Mesmo que a gente se perca, não importa. (...)
Com cuidado, com carinho grande, te abraço forte e te beijo,
p.s.: Te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis. E amanhã tem sol.

[Caio Fernando Abreu in Neste minuto]

sexta-feira


Pressa para estar junto
Ser é ter tanta emoção
No peito
Na hora exata
Ficar no teu
Permanecer no abraço
E continuar...

terça-feira

Um doce pacto.
Partilha.
Sentimentos,
Não mais que cúmplices.
Nossos, só nossos.
Olhar,gesto,palavra,
Numa mescla.
Compreendidos,
Sem altos e baixos.


***

quarta-feira


“Chega mais perto e contempla as palavras, cada uma tem mil
faces secretas sob a face neutra e te pergunta, sem interesse pela
resposta, pobre ou terrível que lhe deres: trouxeste a chave?”

Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira

Sinto-me calma/Plumas que pairam no espaço/Mentira! Falácia!/Sinto-me agitada/Cheia de cores/Explosões de fogos pelo meu céu/Pareço apaixonada/Só sei falar de amor?

É que agora só penso no olhar/E no abraço tão cheio de calor/Que faz sumir o frio do final da estação.
Depois disso falaremos de outras coisas.
'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''
Olhar o amor.
Transparente.
Claro.
Límpido.
Olhá-lo.
No corpo
E a vontade de amar

E a vontade no olhar
E a vontade.

quarta-feira


Fruto.
Transgressão.
Conhecimento.
Livre arbítrio.
Concupiscência.
Proibido?

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

- O Éden teria graça sem maçã?
- Nem tampouco minha vida. Tsk tsk tsk.
- Nhaaack

segunda-feira

Antes do sono
Ouvir...
Palavras doces

Pequenas
Em quase sussurros
Que dizem tudo
Que aquecem
Antes do sono
Sentir...
Arrepios por dentro
Que vão caminhando
Até a epiderme

Até relaxar.
Até dormir.

domingo

"Pai meu amigo,
Pudera estar
Sempre comigo.
Ou eu ficar sempre
Contigo.
Pai!"
*Meu pai escreveu para o pai dele.
Exemplo.Hoje repito.

quarta-feira

[Vincent Van Gogh - 1889]

Me trouxera girassóis.
AmareloLaranjaCor de ouroDa gema do ovoVidaLuz CalorAlegria.


Não demora
Logo passa.
Logo chega.

E mais um intervalo,
Entre uma noite e outra.

terça-feira

Ainda sinto o vento frio cortante.
Lá fora,
Gotas dançam macio p
elo vidro embaçado.
Dentro espero.

Es
pe
ro.
...

segunda-feira

[O Grito - Edvard Munch-1893]


“A introspecção é uma atitude em extinção.”
[Z. Bauman]

terça-feira

Dedução

"Não acabarão nunca com o amor,nem as rusgas,nem a distância.
Está provado,pensado,verificado.
Aqui levanto solene minha estrofe de mil dedos e faço o juramento:
Amo firme, fiel e verdadeiramente."
[V. Maiakovski]

segunda-feira

Quem disse que desconheço tal sentimento?
Tem um gosto peculiar e intenso.
Ainda que sem perfuração
A dor dói.

------------------------------
Briga de irmão é passageira?
Em nossos relógios,
antes de deitar,
um giro de 360°.

quinta-feira

E quando me aprisionas em ti,
Em tua boca,

Corpo entregue.
Alma em repouso.
Amor em extremo.
Sumo grau de sentimentos
Ternos e ardentes.
Não hesito.
Disponho-me

Aos teus cuidados.
Corpo e alma,
Até sempre.

segunda-feira


12 anos...
- Quero ter um foguete.
- Um teleguiado?
- Um Apollo.Quero ser astronauta como Armstrong.
- Não precisas ir tão longe, vives aqui completa no mundo da lua.



Ar de abstração [de sonhar acordada] permanece.

quinta-feira


"Coração preso,espírito livre.Ao se prender fortemente o coração
e se lhe tomar as rédeas,
podem-se dar muitas liberdades ao espírito.Eu já disse isto uma vez.Mas não me acreditam
e se não o souberem já..."

[F. Nietzsche in Para além do bem e do mal]

segunda-feira

Rock'n'roll


A Little Less Conversation
[Elvis Presley]


little less conversation, a little more action please

All this aggravation ain't satisfactioning me

A little more bite and a little less

little less fight and a little more spark

Close your mouth and open up your heart and baby satisfy me

Satisfy me baby



Baby close your eyes and listen to the music

Drifting through a summer breeze

It's a groovy night and I can show you how to use it

Come along with me and put your mind at ease
(...)
Come on, come on

Come on, come on

Come on, come on
(...)

quarta-feira

[Andy Warhol]


Voar.
Espaço infinito.
Renascimento.
Imortalidade.[ainda que utopista].
Metamorfose.
Ovo.
Larva.
Casulo.
Deixar o casulo e voar.
Realização.

[- Vem comigo na minha asa?]


"No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta."
[Cecília Meireles]

domingo

Eu tenho alguns sentimentos inquietos ao meu lado.
Eu digo algumas palavras.
Eu escrevo umas poucas linhas.
Eu ilustro uns papeis.
Eu tenho esse calor por dentro.
Eu tenho uma coisa boa na linha do amor na palma da minha mão.
Eu tenho alguém com um jeito todo compreensivo.
Eu todos os dias me apaixono.
Eu todas as noites me sinto feliz.
Eu penso como foi bom o que fizemos ontem.

E eu assim me sinto bem.

quarta-feira

De que vale pensar nas reprovações que só às pessoas adultas carregam consigo?
As coisas são tão simples.
Respirar / Criar / Existir / Afagar / Amar / Viver.
Não apresentar dificuldades ou obstáculos,
Basta ter gosto ou mero empenho.
Olhos de infante.[petit]
Visão romântica?
Talvez.





"Vamos descobrir o mundo juntos, baby
Quero aprender com o teu pequeno grande coração
Meu amor, meu amor..."

quinta-feira


Folheava livros. Os mesmos antigos.Entre umas páginas, marcava um retângulo colorido.Uma frase sublinhada.Guardei tudo.
Não mais na estante.

"Someday, somewhere - anywhere, unfailingly, you'll find yourself, and that, and only that, can be the happiest or bitterest hour of your life."


[P. Neruda]

quarta-feira

Saudade.
Diz-se lembrança nostálgica e ao mesmo tempo suave.
Lugares.

Pessoas e coisas,
Distintas e extintas.
Distantes.
Momentos.
Vestígios.
Lembranças.
Hoje as minhas memórias estão cheias de ardor.


sexta-feira

Encontro

Primeiro a fala.
Quebrando icebergs,
Como música boa.
Como um clarão na noite.

[Olhos como brilho de estrela.]
Depois como algo que atrai,
Como magneto.
Corpos rentes.

Corações abrasadores,
Como vulcões por dentro.

Quando o beijo,
Um calor,
Como paixão.
E um som formado,
Como pequenos sinos no labirinto.


terça-feira

Sobre um menino alado que lançava flechas.
Filho de uma deusa cheia de ciúmes da beleza de uma mortal.


"(...) Enquanto isso, no Monte Olimpo, Vênus chamou seu filho Cupido:
- Meu caro filho, preciso de um grande favor seu. Quero que você vá a terra e atire uma de suas flechas de amor em Psique, e faça com que ela se apaixone pelo homem mais feio do planeta.
Quando anoiteceu, Cupido foi até a casa de Psique, entrou pela janela avistou um rosto perfeito, traços encantadores. Cupido chegou bem perto para não ter a chance de errar o alvo (apesar de ter uma mira muito boa, mas estava encantado com a bela jovem). Se preparou para atirar, esticou o seu arco e quando ia soltar a flecha, Psique moveu o braço, e Cupido acertou ele mesmo. A partir daquele instante Cupido ficou perdidamente apaixonado pela jovem. Voltou para casa, mas não conseguiu dormir pensando na bela Psique.(...)"

[Mitologia greco romana]

sexta-feira

Fingia movimentação dos lábios.
Numa tarde
Fugiu do coro do colégio.
Saiu correndo.
Deslizava pelo chão encerado.
Sem olhar para trás.
Abriu a gigante porta [densamente sem igual].
E não mais forçosamente cantarolava.

No chuveiro ainda canto.
Um canto fajuto.


segunda-feira

On the road


[Talvez] inteiramente como um Beat.


"Todos vocês, escutem aqui, raios: temos que admitir que tudo está ótimo e que não há nada no mundo com que nos preocuparmos, e devemos compreender que, na verdade, realmente, não precisamos nos preocupar com absolutamente nada. Estou certo?”
[Dean Moriarty]

Jack Kerouac [On the road]


sexta-feira

Janela aberta.
Em frente
Outras janelas.
Acesas.
Apagadas.
Céu cinza.
Escuro.
Antenas.
Fios.
Árvore só.
Pátio vazio.

Panorama.
Grande tela.
Aspecto interativo
E às vezes pontual.

quarta-feira

Sem essa de vida marginal.
Não vou ficar reclamando...


Meus pensamentos gostam de estar nas viagens.
Psicodélicas ou não.


domingo

Outrora respiravam a boemia.
vagavam pela cidade.
Amavam la liberté.
À noite,
Uma roda.
Um violão.
Uns goles.
Che estampado na blusa.

-Que horas são?
-Não sei.Não importa.

quinta-feira

É preciso estar sempre embriagado. Aí está: eis a única questão. Para não sentirem o fardo horrível do Tempo que verga e inclina para a terra, é preciso que se embriaguem sem descanso.
Com quê? Com vinho, poesia ou virtude, a escolher.
Mas embriaguem-se.
E se, porventura, nos degraus de um palácio, sobre a relva verde de um fosso, na solidão morna do quarto, a embriaguez diminuir ou desaparecer quando você acordar, pergunte ao vento, à vaga, à estrela, ao pássaro, ao relógio, a tudo que flui, a tudo que geme, a tudo que gira, a tudo que canta, a tudo que fala, pergunte que horas são; e o vento, a vaga, a estrela, o pássaro, o relógio responderão: “É hora de embriagar-se! Para não serem os escravos martirizados do Tempo, embriaguem-se; embriaguem-se sem descanso”. Com vinho, poesia ou virtude, a escolher.
Charles Baudelaire
Il s'enivre

segunda-feira

Uns traços

Silêncio contemplo.
Na palma da mão
Grafites,
Papeis sem medidas.
Uns riscos.
Uns olhos.
Umas bocas.
Uns esboços.
Em busca do melhor ângulo.
Curvas.
Suas sombras ilustram
Essas horas amplas.
Meus pensamentos
Rodopiam velozes.
Criam formas.
Sólidos traçados.
Observo minutos.
Respiro,profundo.
Recomeço...
Em busca,
do Melhor ângulo.


Essa confusão vai existir,
Para sempre.
Num piscar.

domingo


“Toda vez que olho pra você, eu me apaixono,
tudo outra vez.
Toda vez que eu penso em você, tudo começa,
tudo outra vez”.

You're my picture on the wall
You're my vision in the hall
You're the one I'm talking to
When I get in from my work
(...)
You're the funny little frog in my throat

quarta-feira

Um calafriado confortável toma parte.
Uma câmara. Criogênica.
Sob a luz artificial,
Ruídos misturam -se ao som do scarpin baixo.
Entre o arquivo de mesa 4x6,
Canetas gravadas,
Papéis impressos,
Botões pressionados.
Em volta, tudo em fibra de média densidade.
Dentro do tempo foguete que não espera.
Quando olhos fixos para janela afora,

vontade de ir.

Calendário?

Grifos em .

segunda-feira

Indignada, absurdamente indignada.

Larápios pés de chinelos ou engravatados aproveitam lapsos quaisquer.Atacam panacas que ralam o ano inteiro. Banquetes com as moedas alheias. Comum ver infortúnias notícias, miséria, impunidade e ainda dizer boa noite no final do jornal.Onde está a proteção? Hábito morar por trás de grades. À solta quem deveria estar trancafiado. Expostos até quando?


domingo


Não poderia faltar.
Uma canção do John.
Uma canção do Paul.

Let me take you down

Cause I'm going to

Strawberry Fields

Nothing is real

And nothing to get hung about

Strawberry Fields forever




sábado

Um regresso de uma noite boa.
Um sonho bom.
Coração tranquilo.
Sem medo do medo, sem ânsia.
Minha cara de sono,
A preguiça matinal de um dia nublado
E todas as outras manhãs.

quinta-feira

Tortura

Não chores meu bem.
A tua lágrima caindo sobre o meu ombro perfura o meu peito.
Dói sem fim.

quarta-feira

Light my fire

Queima.Perfuma por todos os lados.
O incenso.
Alecrim cheira a folha do livro novo.
Fecho os olhos.
Inspiro.

Logo,
teus cabelos.
Minhas mãos, tua nuca.
Teu pescoço.Minha boca.
Que volúpia divina!





Is it 1:00 yet?

terça-feira

Recicle

- Alô, senhor?

- Alô, vai falando...

- Como faço para enviar-lhe lâmpadas fluorescentes para reciclagem?

- Alô, como?

- Coleta para reciclagem.

- Reciclagem? Como?

- Pesquisei sobre o assunto, site de busca.O seu nome estava lá: Coleta para reciclagem.

- Meu nome? Quando? Na verdade não sei informar....Lâmpadas para reciclagem?

- Sim, fluorescentes. Vidro, alumínio, fosfato, mercúrio...

- Sei, sei... (longa pausa)

- Sua empresa é contra crime ambiental?

- Ah! Entendo agora. Dá-me seu e-mail.

Tentarei descobrir quem publicou a matéria.
Enviarei a resposta sobre o lixo.



Lixo comercial.
Lixo público.
Lixo hospitalar.
Lixo agrícola.
Lixo cultural.
Pessoas lixos.
Resíduo.
Reciclável.
Não reciclável.

segunda-feira

Hoje é dia de Leminski !


Tanta maravilha
maravilharia durar
aqui neste lugar
onde nada dura
onde nada pára
para ser ventura
-
Lembrem de mim
Como de um
Que ouvia a chuva
Como quem assiste missa
Como que hesita, mestiça,
Entre a pressa e a preguiça.

Leminski, Paulo. Polonaises.1980
-
"la vie en close c´est une autre chose"

domingo

Monday monday

Digo que acústica de telefone não me agrada.
Prefiro sons de clicks e duplos clicks.
O som da chuva.
O som do mar.
O som que toca no meu mp3. Beatles… é inconfundível.
Som de violão.
Som do sax do meu avô.
O som matinal do passarinho que mora na árvore embaixo da janela do meu quarto.
E o som do outro passarinho me dizendo coisas ao pé do ouvido.


Logo mais, segunda-feira.Vontade de acordar tarde.Dormir tarde. Madrugada.Uma xícara de café quentinha. Páginas que preciso ler. Esboços que preciso terminar.

Palavra por palavra

Princípio certo da existência real.O escrito abaixo é um dos meus favoritos.
Verbo ad verbum.


Ser é Escolher-se Para a realidade humana, ser é escolher-se: nada lhe vem de fora, nem tão-pouco de dentro, que possa receber ou aceitar. Está inteiramente abandonada, sem auxílio de nenhuma espécie, à insustentável necessidade de se fazer ser até ao mais ínfimo pormenor. Assim, a liberdade não é um ser: é o ser do homem, quer dizer, o seu nada de ser. (...) O homem não pode ser ora livre, ora escravo; ele é inteiramente e sempre livre, ou não é.

Jean-Paul Sartre, in 'O Ser e o Nada'

sábado

[Do lat. Influentia]

Extra extra extra!
- Gripe Suína ataca seres humanos!
(Breve pausa)
- E ?
- Gripe Aviária avassalou gentes nos últimos tempos.
(pausa)
- Por Zeus!




Mandou chamar o médico:
- Diga trinta e três.
- Trinta e três...trinta e três...trinta e três...
- Respire...
(...)
- ... A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.
(Manuel Bandeira)

Bem vindos ao meu blog!
E tomem vitamina C!